Sistemas de Informação 
                                                    Coord. Prof° Esp. Rodney Gaspar Pereira 
                                                    e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
                                                    currículo: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4230367Z3

 

Habilitação

Curso de Bacharelado em Sistema de Informação

Titulação  

Bacharel em Sistema de Informação

Autorização

  • Portaria Autorização: nº 103 de 12 de Janeiro de 2006

Implantação

  • Portaria Autorização: nº 103 de 12 de Janeiro de 2006

Reconhecimento

  • Portaria de Reconhecimento: nº 92 de 15 de Junho de 2012

 

Carga horária

Carga Horária Total do Curso: 3.300 horas

Duração

  • Duração do Curso: a duração do curso é de 4 anos ou 8 semestres
  • Tempo de Integralização: mínima e 4 anos ou 8 semestres ou 7 anos ou 14 semestres para integralização máxima.

Período de funcionamento

NOTURNO

OBJETIVO DO CURSO

 

Consentâneo a essas premissas, a FID opta por oferecer a sua comunidade de referência curso de Sistemas de Informação cujo principal objetivo se coloca em formar profissionais cidadãos empreendedores, conhecedores e seguidores dos padrões éticos e morais da profissão, assegurando-lhes as competências tecnológicas, de gestão e humanas necessárias para analisar, projetar, desenvolver, implantar e gerenciar modelos informatizados de automação corporativa, apoiados em conceitos, metodologias e ferramentas da área de sistemas de informação, de administração e campos suplementares.

Concebido e estruturado com base nesses pressupostos, o curso de SI dotará seus egressos, sem dúvida, da indispensável instrumentação para atuarem em ambientes competitivos e dinâmicos em concordância com a evolução da área de computação e informática e suas aplicações em benefício da sociedade. Em síntese, poder-se-ia dizer que o Curso busca preparar um profissional que trabalhe com sistemas de informação nas dimensões tecnológica, organizacional e humana, visando à automação dos processos nas organizações de maneira a racionalizar o uso de recursos e melhorar a tomada de decisão, o controle de custos e a qualidade dos serviços, vindo ao encontro dos anseios de bem estar da sociedade.

 

PERFIL DO CURSO

É cabível definir sistemas de informação como uma combinação de recursos humanos e computacionais onde se inter-relacionam os processos de coleta, armazenamento, recuperação, distribuição e o uso de dados para o alcance de eficiência gerencial (planejamento, controle, comunicação e tomada de decisão) nas organizações Desde essa perspectiva, pode-se afirmar que os sistemas de informação são, por acréscimo, sistemas sociais compostos de tecnologia que demandam investimentos intelectuais, organizacionais e da própria sociedade para fazê-los operativos.

Nessa linha de raciocínio, a composição curricular contempla o crescimento  profissional e humano dos educandos, preparando-os para o uso das tecnologias da informação e comunicação em nichos de mercado claramente definidos e cuja demanda lhes garanta espaço e remuneração consequentes, sempre tendo-se em mente que o conceito de cidadania certamente não se esgota na capacidade única de o indivíduo acompanhar ou satisfazer as demandas mercadológicas.

No que diz respeito ao profissional da FID, haverá ele de fazer jus a um perfil definido mediante requisitos, competências e habilidades. Os requisitos dizem respeito àquelas características gerais das quais o egresso da área precisará da ciência. A competência alude aos conteúdos que o formando deverá dominar para desempenhar determinadas atividades profissionais. As habilidades definem capacidades cognitivas e práticas que agregam valor ao desempenho profissional.

 

CAMPO DE ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL

 

Em razão de integrar conhecimentos técnicos e científicos da ciência da computação, de administração e negócios, além de exigir embasamento matemático e estatístico, a formação do bacharel de SI faculta o envolvimento do egresso em diversos segmentos ocupacionais, podendo vir a exercer atividades relacionadas a diagnóstico, planejamento, implementação, acompanhamento, avaliação e manutenção de sistemas informatizados e da infraestrutura que os suporta, como já mencionado.

Ou por outras palavras e no que se refere mais precisamente à atuação no mercado de trabalho, o perfil profissional, como descrito anteriormente, capacita o egresso para:

  • Desenvolver sistemas de informação na condição de: analista de sistemas, programador de sistemas, gerente de desenvolvimento de sistemas de informação, gerente de projetos de sistemas de informação, consultor e auditor em desenvolvimento de sistemas de informação, entre outras;
  • Atuar na infraestrutura de tecnologia de informação, seja como analista de suporte, administrador de banco de dados, gerente de redes de computadores, gerente de tecnologia da informação, seja como consultor e auditor na área de infraestrutura;
  • Envolver-se na gestão de Sistemas de Informação na condição de gerente, consultor e auditor de sistemas de informação e outras modalidades.

A condição de poder vir a assumir cargos e funções de Analista de Gestão de Informação; Analista de Tecnologia de Informação; Projetista de Sistema; Administrador de Dados; Consultor de tecnologia da informação, de sistemas de informação, de gestão da informação e comércio eletrônico; Pesquisador e docente na área de computação e informática; Gerente de sistemas, de Centro de Processamento de Dados, de departamento de informática, entre outros.

Nessa perspectiva, o curso de Sistemas de Informação da FID oferece aos seus bacharéis a possibilidade de trabalhar em empresas usuárias de informática e empresas prestadoras de serviços, universidades, grupos bancários, financeiros e industriais, empresas do poder público (federal, estadual e municipal), instituições de pesquisa e em atividades de docência.

VOCAÇÃO

A vocação  da  instituição  está  voltada  para  o  atendimento  do  aluno  residente  no médio  norte  de  Mato Grosso,  atuando  de  maneira  a  atender  o  Plano  de  Desenvolvimento  da Educação, em específico o da Educação Superior, ampliando a oferta no Ensino Superior com qualidade e eficiência e aproximar um pouco mais o Brasil da meta do Plano Nacional de  Educação,  ou  seja,  em 2012,  40%  dos  jovens  brasileiros  de  18  a  24  anos  estarão matriculados no Ensino Superior.

                A FID no contexto acadêmico  pretende  atuar  dentro  de  uma  ótica  competitiva, buscando a maximização na utilização dos recursos logísticos, materiais e humanos, com o compromisso de corresponder à demanda da sociedade e a satisfação dos clientes em seus requisitos básicos. Alinhada com a política educacional adotada no país, a FID buscará, de forma sistemática,  adaptar-se  às  transformações  do  contexto  econômico  e  social, contribuindo para o desenvolvimento do Estado e do País.

 

 

Contato:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar