REGIMENTO DO

NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE – NDE

 

 

 

 

  

2010

 

 

CAPÍTULO I – DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

 

  1. 1º. O presente regulamento disciplina as atribuições e o funcionamento do Núcleo Docente Estruturante – NDE - das Faculdades Integradas de Diamantino - Mato Grosso, dos cursos de:
  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Pedagogia
  • Letras
  • Sistemas de Informação.

 

  1. 2º. O Núcleo Docente Estruturante – NDE é o órgão consultivo responsável pela concepção do Projeto Pedagógico dos cursos e tem, por finalidade, a implantação dos mesmos.

 

 

CAPÍTULO II – DAS ATRIBUIÇÕES DO NDE

 

 

Art 3º. São atribuições do Núcleo Docente Estruturante:

 

  • Elaborar o Projeto Pedagógico do curso definindo sua concepção e fundamentos;
  • Estabelecer o perfil profissional do egresso do curso;
  • Atualizar periodicamente o projeto pedagógico do curso;
  • Conduzir os trabalhos de reestruturação curricular, para aprovação no Colegiado de Curso, sempre que necessário;
  • Supervisionar as formas de avaliação e acompanhamento do curso definidas pelo Colegiado;
  • Analisar e avaliar os Planos de Ensino dos componentes curriculares;
  • Promover a integração horizontal e vertical do curso, respeitando os eixos estabelecidos pelo projeto pedagógico;
  • Acompanhar as atividades do corpo docente, recomendando ao Colegiado de Curso a indicação ou substituição de docentes, quando necessário;
  • Propor e acompanhar projetos integrados dos cursos da FAMAT.
  • Avaliar os programas e projetos de interdisciplinaridade.

 

 

CAPÍTULO III – DA CONSTITUIÇÃO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE

 

 

Art 4º. O NDE será constituído de:

 

  • O coordenador do Curso, como seu presidente;
  • Pelo ao menos 30% (trinta por cento) do corpo docente previsto para os dois primeiros anos de curso.

 

Art 5º. A indicação dos representantes docentes será do coordenador curso por tempo indeterminado, cabendo ao coordenador a substituição em caso de desligamento do docente da instituição, ou por mais de três faltas nas reuniões ordinária do colegiado sem justificativa.

 

CAPÍTULO IV – DA TITULAÇÃO ACADÊMICA DOS DOCENTES DO NÚCLEO

 

  1. 6º. Os docentes que compõem o NDE devem possuir titulação acadêmica obtida em programa de pós-graduação stricto senso e, destes, no mínimo 80% possuir formação acadêmica na área do curso.

 

  1. 7º. O percentual de docentes que compõem o NDE no mínimo 30% serão docentes previstos para os dois primeiros anos do curso.

 

CAPÍTULO V – DO REGIME DE TRABALHO DOS DOCENTES DO NDE

 

  1. 8º. Os docentes que compõem o NDE, pelos ao menos 50%, terão contratação em regime de tempo integral.

 

 

CAPÍTULO VI – DAS ATRIBUIÇÕES DO PRESIDENTE DO NDE

 

  1. 9º. Compete ao Presidente do Núcleo:

 

  • Convocar e presidir as reuniões, com direito a voto, inclusive o de qualidade;
  • Representar o NDE junto aos órgãos da instituição;
  • Encaminhar deliberações do Núcleo;
  • Designar relator ou comissão para estudo de matéria a ser decidida pelo NDE e um representante do corpo docente para secretariar e lavrar as atas;
  • Coordenar a integração com os demais colegiados e setores da instituição.

 

CAPÍTULO VII – DAS REUNIÕES

 

  1. 10 – O NDE reunir-se-á, ordinariamente, por convocação de iniciativa do seu Presidente, 1 (uma) vez por mês e, extraordinariamente, sempre que convocado pelo Presidente ou pela maioria de seus membros titulares.

 

  1. 11 – As decisões do NDE serão tomadas por maioria simples de votos, com base no número de presentes.

 

  1. 12 – A ausência do docente por duas reuniões consecutivas sem justificativa, incorrerá na sua substituição automática como membro do NDE, conforme justificativa do coordenador do curso.

 

 

 

CAPÍTULO VIII – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

  1. 13 – Os casos omissos serão resolvidos pelo NDE ou órgão superior, de acordo com a competência dos mesmos.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar